Os preços praticados pelas empresas de limpeza de terrenos estão a disparar, e nalguns casos até duplicaram. O alerta é feito pelos municípios, que dizem não haver em Portugal empresas habilitadas em número suficiente, admitindo a contratação de empresas espanholas. As queixas são muitas, e as autarquias pedem que o prazo para a limpeza seja alargado.

Fonte: Sic Noticias

Comentários Facebook