Última-Hora !! Pedro Dias condenado a 25 anos de prisão

Pedro Dias vai ser condenado a uma pena máxima de 25 anos de prisão. A informação foi confirmada ao SOL por fonte ligada ao processo. O coletivo de juízes deu como provada na íntegra a acusação do Ministério Público (MP), fazendo cair por terra a defesa de Pedro Dias. O tribunal acompanha assim o MP, que nas alegações finais tinha pedido a pena máxima de 25 anos. Um fardo para o homem que esteve a monte mais de três semanas e que agora não pode estar presente na leitura da sentença por alegadamente estar com problemas na coluna.

Recorde-se que Pedro Dias está acusado de três crimes de homicídio qualificado sob a forma consumada, três crimes de homicídio qualificado na forma tentada, três crimes de sequestro, crime de roubo de automóvel, armas da GNR e dinheiro, bem como os crimes de uso, detenção e porte de armas ilegais.

Pedro Dias confessou ter disparado sobre dois militares da GNR – António Ferreira ficou ferido, mas Carlos Caetano acabou por perder a vida. No entanto, Dias recusa qualquer responsabilidade quanto às mortes de dois civis que viajavam Liliane e Luís Pinto, que viajavam na Estrada Nacional 229.

Recorde-se que a advogada de Pedro Dias, Mónica Quintela, pediu que o seu cliente fosse condenado apenas pelo homicídio privilegiados de Carlos Caetano e pela tentativa de homicídio de António Ferreira. Quanto a Lídia da Conceição, a mulher que surpreendeu Pedro Dias quando estava escondido em Arouca, Mónica Quintela considerou que o crime a aplicar deveria ser o de ofensas corporais simples.
Fonte: SOL

Comentários Facebook

You may also like...