Morreu a fadista Celeste Rodrigues, aos 95 anos.

O falecimento da fadista foi confirmado hoje à agência Lusa, pelo seu neto Diogo Varela Silva. A irmã de Amália Rodrigues é responsável por êxitos como ‘A Lenda das Alga’.

Nascida no Fundão, em 14 de Março de 1923, Celeste Rodrigues iniciou a sua carreira há 73 anos, ao aceitar o convite feito pelo empresário José Miguel (1908-1972), que era detentor de vários teatros e casas de fado, entre os quais o Café Casablanca.

Ao longo da carreira fez parte dos elencos de várias casas de fados, como o Café Latino, o Marialvas, Adega Mesquita, Tipóia e Adega Machado e a Parreirinha de Alfama, de Argentina Santos, que chegou a comentar que Celeste Rodrigues tinha “uma caixinha de música na garganta”.

Teve um longo percurso no mundo do espétaculo, sendo que em 2007, editou o álbum ‘Fado Celeste’, no qual gravou fados tradicionais e inéditos com letras de autores contemporâneos, como Hélder Moutinho, José Luís Gordo e Tiago Torres da Silva.

Em 2007 foi homenageada pela Associação Portuguesa dos Amigos do Fado (APAF), no Museu do Fado, num reconhecimento da “voz bonita, capacidade interpretativa e regularidade de uma carreira”, segundo declarações de Julieta Estrela de Castro, presidente da APAF à agência Lusa.

‘Fado Celeste’, estre4ou-se em 2010, um documentário sobre a sua vida realizado pelo neto Diogo Varela Silva, na qual recebeu a Medalha de Prata da Cidade de Lisboa, no cinema S. Jorge. Em 2015, pelos seus 70 anos de carreira, a secção Heart Beat do Festival DocLisboa, abriu com uma remontagem do documentário, intitulado, apenas, ‘Celeste’.

Aníbal Cavaco Silva condecorou-a em 2012 com a Ordem do Infante D. Henrique, grau de comendador.

“Cantar é sempre uma alegria, mas ainda mais nesta idade, porque não é fácil ter ainda um bocadinho de voz” para que se “atravesse” a cantar, disse Celeste Rodrigues em maio à Lusa no momento em que pisou o palco do Teatro Tivoli, em Lisboa.

O seu falecimento foi conhecido à umas horas através do neto Diogo Varela  Silva, “É com um enorme peso no coração, que vos dou a notícia da partida da minha Celestinha, da nossa Celeste. Hoje deixou uma vida plena do que quis e sonhou, amou muito e foi amada, mas acima de tudo, foi a pedra basilar da nossa família, da minha mãe, da minha tia, dos meus irmãos, sobrinhos e filhos, somos todos orgulhosamente fruto do ser humano extraordinário que ela foi”, escreveu com grande pesar na sua rede de Facebook.

Deve relembrar-se que recentemente, a fadista foi notícia por ter protagonizado um dueto com Madonna, tendo sido apelidada pela rainha da pop como uma “lenda viva”.

Fonte: Lusa

 

Comentários Facebook

You may also like...