“Múltiplas vítimas mortais” em tiroteio em Jacksonville. Suspeito abatido.

Um “tiroteio em massa” ocorreu em Jacksonville, num centro comercial durante um torneio de videojogos. O suspeito encontrado morto no local é um homem branco, cuja identidade está ainda por apurar.

As autoridades norte-americanas foram chamadas a responder a um tiroteio em Jacksonville, no estado norte-americano da Flórida, num centro comercial onde decorria um torneio de videojogos.

Vários media norte-americanos referem que existem várias vítimas, mas ainda não foi possível confirmar um número oficial. Alguns meios de comunicação locais falam em pelo menos quatro mortos e 10 feridos, mas esta informação não foi confirmada oficialmente.

O suspeito do tiroteio foi encontrado morto no local, apesar das autoridades darem a hipoteses de poder existir um segundo suspeito, mas ainda não foi possível confirmar.

“Tiroteio em massa em Jacksonville. Mantenham-se longe do local. A área não é segura neste momento”, disse o xerife de Jacksonville.

A polícia de Jacksonville refere que existem “múltiplas vítimas mortais” e vários feridos foram transportados para os hospitais nas redondezas.

Entretanto, numa breve comunicação aos jornalistas, o xerife  Mike Williams confirmou que o suspeito é um homem branco, cuja identidade está ainda por apurar. O responsável não confirmou, contudo, o número certo de vítimas mortais e de feridos resultantes deste tiroteio, remetendo para mais tarde informações mais detalhadas.

Após o tiroteio, havia relatos de várias pessoas escondidas, pelo que a polícia de Jacksonville pedia  que se mantivessem no local, porque iriam ser resgatadas. Nesse sentido, as autoridades pediram que as pessoas escondidas ligassem para o 911 (equivalente ao 112) para dar conta da sua localização.

Num vídeo publicado nas redes sociais, é possível ver o ecrã do jogo Madden NFL  quando, de repente, se ouvem tiros.

O jogo é interrompido, entre gritos. O vídeo em causa já está na posse das autoridades que pedem, a quem esteja na posse de informações ou outros vídeos, que os faça chegar à polícia.

Um dos jogadores presentes no torneio é conhecido por Young Drini, que ficou ferido na mão mas que conseguiu sair do local e encontra-se em segurança, segundo revelou a compLexity Gaming, uma equipa profissional de videojogos que marcava presença no torneio.

Drini Gjoka, de 19 anos, descreveu o momento como “o pior dia da sua vida”. “Tenho, literalmente, muita sorte. A bala acertou no meu polegar”, conta o jogador da compLexity Gaming numa série de publicações no Twitter.

 

EM ATUALIZAÇÃO

Fonte: Notícias ao minuto

Comentários Facebook

You may also like...