Cristina Ferreira pelos olhos de Manuel Luís Goucha e Pedro Teixeira

Goucha chegou a chamá-la “uma menina que tem a petulância” e Pedro Teixeira diz que o principal defeito é a teimosia. Cristina Ferreira descrita pelos homens com quem dividiu o ecrã.

Cristina Ferreira não demora muito tempo a tomar decisões. É um processo que faz sozinha, sem pedir opiniões a ninguém.

Não chorou quando decidiu trocar a TVI pela SIC, mas sim quando contou aos colegas de profissão, Manuel Luís Goucha e Pedro Teixeira, que estava de saída da estação de Queluz de Baixo.

Os dois homens com quem dividiu o ecrã durante anos são os protagonistas na mais recente edição da revista Cristina, que chegou esta sexta-feira às bancas.

Ambos são entrevistados pela própria Cristina Ferreira e convidados a recordar o percurso que trilharam com ela.

“Há lá uma formiga cheia de catarro. Há lá uma menina que tem a petulância, o descaramento de achar que um dia vai trabalhar comigo.” Foi assim que Manuel Luís Goucha descreveu uma jovem Cristina Ferreira ao companheiro, no mesmo dia em que ela se aproximou do apresentador para reclamar: “Ainda havemos de trabalhar juntos”. “Para aí um ano, dois anos depois, ela estava a trabalhar em pé de igualdade comigo no Você na TV!, enquanto apresentadora”, recorda Goucha.

Em entrevista, o apresentador que em breve será a concorrência das manhãs de Cristina Ferreira garante que leva as ambições da ex-colega muito a sério. “Senti que tinha de levar muito a sério as afirmações e os objetivos da Cristina. A ponto de, um dia, ela me ter dito: ‘Um dia, ainda vou ser diretora desta casa’. E ela foi diretora de conteúdos da TVI, durante algum tempo. A ponto de ela ter dito: ‘Ainda vou chegar a Presidente da República’. E eu ter dito: ‘Aceito e acredito’”.

Goucha refere-se à ausência de Cristina Ferreira como uma “solidão criativa” e diz que ela foi a única pessoa que o fez falar de “escatologia” na televisão. “A voz esganiçada acho que é uma característica dela, e acho divertido, ter ao meu lado uma pessoa que fala muito alto e com a voz esganiçada. Não é um defeito”, defende, para depois elogiar a capacidade de trabalho da mulher com quem apresentou o Você na TV!durante 14 anos. “Ela pensa em grande. Essa é uma qualidade que ela tem e é um grande ensinamento. Nós, portugueses, pensamos em pequenino.”

Pedro Teixeira também recorda em entrevista o momento em que soube da saída da colega e mentora: “Recebi uma chamada da Cristina, que não vi, e depois acho que lhe mandei uma mensagem: ‘O que é que queres?’. E ela responde: ‘Preciso de falar contigo’. E ligou-me. Quando ela me contou, parece que tudo parou. Eu não estava a acreditar. Primeiro, pensei em nós. ‘Acabou. Já não vai voltar. Eu tenho um contrato com a TVI e a Cristina vai embora”. Teixeira fala ainda na teimosia de Cristina Ferreira, como sendo o “principal defeito”, e refere que a apresentadora tem uma “varinha que, no que toca, as coisas correm bem”.

A decisão de Cristina Ferreira de trocar a TVI pela SIC foi conhecida no passado dia 22 de agosto. Após 16 anos ao serviço da estação de Queluz de Baixo, Cristina Ferreira e a Media Capital entenderam “estar na altura de dar início a um novo rumo e a novos projetos empresariais e profissionais”. A apresentadora sai com efeitos imediatos, apesar de o contrato celebrado com a TVI estar válido até ao final de setembro. A renumeração de Cristina Ferreira, acordada com a SIC, deverá rondar um milhão de euros anuais.

Fonte: Observador

Comentários Facebook

You may also like...